Não!



Não o amo!
Não preciso dele!
Não o quero!
Pelo menos é no que eu preciso acreditar.

1 comentários:

Andresa Alvez disse...

Que nós precisamos acreditar né?

Postar um comentário